Atualmente, um dos tipos de transporte de carga mais procurado devido à flexibilidade para atender às demandas de cargas menores, a logística fracionada favorece pequenas e médias empresas, especialmente e-commerces.
Para enviar seus produtos, basta contratar uma transportadora, carregar o caminhão ou outro tipo de veículo e torcer para que a mercadoria chegue intacta ao destino determinado?
Até pode ser assim, mas vai precisar de muita torcida!
Há muitos fatores que são analisados e muita estratégia logística para que essa movimentação aconteça, de forma a transportar seus produtos com segurança, sendo monitorados, no menor tempo possível e com o menor custo.
Como nem sempre as remessas de uma empresa são em grandes quantidades, criou-se um modo de otimizar o processo, viabilizando-o também para pequenas e médias empresas: o transporte fracionado.

Carga lotação x carga fracionada
Enquanto a carga lotação ou carga fechada é uma modalidade em que a carga de um único cliente preenche toda a capacidade do veículo, sendo entregue diretamente em um destino, a carga fracionada enche o caminhão com cargas de várias empresas, que podem ser entregues em lugares diferentes.
Conhecer as modalidades de transporte de cargas pode fazer toda a diferença na eficiência das operações das empresas, redução de custos e cumprimento de prazos.

O que é Transporte de carga fracionada?
Quando não há quantidade suficiente de uma carga ou ela não é grande o bastante para ocupar todo o veículo em que será transportada, ela pode ser enviada de forma fracionada, ou seja, junto com mercadorias de várias outras empresas, reduzindo custos.
É a solução logística ideal para clientes que não enviam quantidades elevadas de produtos.

Como é feita a logística fracionada?
O agrupamento de carga é feito de diversos tipos de mercadoria, assim como de vários remetentes e para diversos destinos em um mesmo carregamento.
A logística fracionada se preocupa em reunir produtos compatíveis ou semelhantes em um mesmo veículo.
Isso quer dizer que mercadorias de um segmento, como remédios, serão transportadas com itens da mesma linha ou, pelo menos, com produtos que não sejam tóxicos, não os danifiquem ou contaminem.
Além de respeitar essas condições, pode-se adotar estratégias de mesclar diferentes mercadorias utilizando critérios como lotes grandes e pequenos, cargas leves e pesadas, para agilizar as entregas.

Planejamento de rotas
Diferentemente do que ocorre em uma carga lotação, na logística de cargas fracionadas o transporte não é realizado para apenas um destino, por isso o planejamento de rotas é fundamental.
Para definir um percurso mais eficiente, considera-se:
distância percorrida;
quantidade de pontos a serem atendidos;
gasto com combustível;
prazo de entrega.
Há softwares que realizam todos os cálculos automaticamente e oferecem as melhores opções de trajeto, de acordo com as premissas definidas.

 

Prazo na logística de cargas fracionadas
Todo mundo sabe que o envio dentro do prazo combinado é essencial para o alcance de resultados positivos.
O maior desafio da logística fracionada é atender este compromisso. Para isso, são usados calendários que, além das datas de entrega, consideram os intervalos de tempo previstos para que as mercadorias fiquem em trânsito e também informações de horários permitidos de circulação de caminhões em algumas cidades, pois pode ser um entrave para a entrega.
Às vezes, a logística fracionada emprega automóveis menores para driblar essa restrição.

Vantagens do transporte de carga fracionada
Preço: como os volumes são menores e o veículo de carga é compartilhado entre vários clientes, o preço do frete é menor, já que é rateado entre eles.
Grande disponibilidade de rotas regulares para várias regiões do país.
Permite a distribuição de mercadorias para muitos clientes, em diferentes endereços, em apenas uma viagem.
Prazo de entrega: agilidade no prazo, já que não é necessário esperar ter um volume gigante de pedidos para enviá-los.
Segurança: a carga fracionada seleciona tipos similares de mercadorias a serem transportadas. Por exemplo, produtos congelados não são levados com carga seca, para que cheguem ao destino em perfeitas condições.
Monitoramento: acompanhamento de todas as entregas por meio do rastreamento.

Ideal para e-commerce
Enquanto a carga lotação é mais utilizada em negociações de empresas vendendo grandes volumes para outras empresas, a logística de carga fracionada atende tanto empresas quanto pessoas físicas, tendo o cliente final como foco.
As operações de e-commerce, que atendem diversos pedidos, normalmente com pequenos volumes, para clientes distintos, em diferentes regiões, e ainda têm o prazo de entrega como diferencial, encontram na logística fracionada a solução para ganhar agilidade.
Assim, se a loja precisa enviar uma bolsa para uma cidade, uma blusa para outra e um casaco para uma terceira, a logística fracionada vai dar conta de que os clientes finais recebam os produtos no prazo acordado.
Além disso, as empresas podem controlar o status de todas as entregas por meio do rastreamento e, assim, informar seus clientes – aumentando sua credibilidade. Afinal, as queixas mais comuns no e-commerce se referem a atrasos, ocorrências de avarias e extravios.

Logística fracionada para B2C e B2B
Grande parte dos e-commerces operam no sistema B2C (Business-to-Consumer), ou seja, transações feitas entre uma empresa e um cliente pessoa física.
No caso da distribuição B2B (Business to Business), onde as empresas negociam produtos e serviços com outras empresas, o processo é mais complexo, pois há maior volume de compra, além de diferentes tipos e valores de frete.
Diferentemente das negociações B2C, em que o volume de produtos comprados é fracionado, já que são vários pequenos pedidos para diferentes clientes, o modelo B2B trabalha com uma grande quantidade de mercadorias em poucos pedidos.
Pode não parecer, mas a mudança de público-alvo – pessoa física ou jurídica – afeta toda a operação: preço, tipo de produto, marketing, gestão tributária e, claro, a logística.
O ticket médio de encomendas B2B é maior que o B2C, devido ao alto volume de carga. Se a quantidade de produtos é maior, o prazo de entrega, também costuma ser.

Modelos de entrega na distribuição B2B
Para entregas B2B, há dois modelos de frete mais utilizados:
CIF (Cost, Insurance and Freight, ou Custo, Seguro e Frete), em que o o frete e o seguro são pagos pelo fornecedor, que é responsável pela entrega até o local de destino;
FOB (Free On Board, ou Livre a Bordo), em que a empresa fornecedora é responsável pelos custos de transporte e seguro da carga somente até que ela seja despachada. A partir daí, a empresa compradora torna-se responsável pelo pagamento do transporte e do seguro.
A decisão por um ou por outro depende das estratégias das empresas, mas pode-se dizer que muitas usam o CIF como forma de fidelizar clientes.

Escolha certa
Trabalhar com encomendas de clientes diferentes requer experiência, planejamento e tecnologia.
A rede logística inteligente, com sistemas de rotas e gerenciamento das cargas, dos terminais, dos centros de distribuição, da frota e dos funcionários, tem por objetivo fazer com que as encomendas sejam enviadas corretamente, de maneira rápida e segura.
Por isso é tão importante fazer uma seleção rigorosa. Com soluções integradas de acondicionamento, etiquetagem, armazenamento e controle, a Sequoia possui um histórico de sucesso em logística fracionada.
Seus sistemas de entrega e coleta são realizados por frota própria, realiza o monitoramento detalhado do ciclo de pedidos, gestão especializada de terceiros e serviços correlatos e acompanhamento de carga e rotas de transporte. Não é por acaso que faz cerca de setenta mil entregas por dia, em carga dedicada e fracionada.